PROJETO MATERNAL II B - Integral - Profª Giovana

 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO




Escola: Centro de Educação Infantil “Casa da Criança”
Professor: Giovana Cancian de Mello
Período provável: março, abril, maio e junho.
Turma: Maternal II – B
Acessoria pedagógica: Carmem Hautrive, Maria de Lourdes Bevilaqua e Juliana Gomes
Direção: Rossonia Serafini



NOME DO PROJETO

“Espelho, espelho meu, esse aí sou eu?”



JUSTIFICATIVA

        Este projeto surgiu na observação dos alunos onde demonstraram certa insegurança sobre a questão de gênero, primeiramente. Após, fez-se uma análise sobre a importância da criança em auto-conhecer (ou conhecer-se), em saber sua história ou trajetória de vida até o presente momento, e a partir destes diagnósticos traçar linhas de valores, regras de boa convivência, pensamentos, desejos do que o aluno e sua família tem para suas vidas e o que esperam em relação ao mundo em que vive.
       É necessário salientar que “as crianças não nascem sabendo reconhecer suas particularidades, seu nome, sua família e a si mesmo”, como diz Paula Inglez e assim é essencial o papel da escola nesta aprendizagem de construção da identidade. Pois criar situações pedagógicas para os alunos distinguir suas características, seus amigos, valorizar seu eu, tudo isto também os auxiliam na autoconfiança e valorização de diferenças e semelhanças.
        Neste sentido, proprõe-se o presente projeto, por acreditar que a escola deve favorecer o autoconhecimento de forma lúdica, isto é unindo o “fazer”, o “saber”, o “ser”, o “conviver” e o “preservar”.





OBJETO SOCIAL DO CONHECIMENTO

• Natureza e Sociedade.



ÁREAS DO CONHECIMENTO

• Linguagem Oral e Escrita;


• Matemática;


• Movimento;


• Artes.



OBJETIVO GERAL

       Explorar as diferentes áreas do conhecimento para que o aluno obtenha aprendizagens significativas sobre os aspectos que se referem ao seu eu, ao outro e ao mundo que o cerca, definindo a partir disto o que ele deseja para seu futuro.



CONTEÚDOS E SEUS OBJETIVOS

Organização dos grupos e seu modo de ser, viver e trabalhar.
  • Proporcionar ao aluno o conhecimento do mundo social, descobrindo seu modo de ser, viver e trabalhar, bem como a valorização do patrimônio cultural;
  •  Identificar papéis sociais no cotidiano da criança;
  • Desenvolver a capacidade do aluno auto conhecer-se, identificar seu corpo, seus cuidados e suas possibilidades, respeitando semelhanças e diferenças.
Expressão Oral e Compreensiva
  • Estimular o desenvolvimento da linguagem oral para brincar, comunicar, expressar idéias, preferências e sentimentos;
  • Estimular o relato, questionamentos e hipóteses de vivências nas diferentes situações de interação presentes no cotidiano da criança.

Prática de leitura
  • Oportunizar momentos em que a criança participe de situações em que os adultos lêem textos de diferentes gêneros, como: conto, poemas, notícias de jornal, informativos, etc.;
  • Proporcionar momentos em que a criança leia, ainda que não o faça de maneira convencional.


Expressividade
  • Utilizar o movimento nas situações cotidianas e em suas brincadeiras;
  • Estimular a expressão corporal por meio da dança, jogos teatrais, brincadeiras e de outros movimentos;
  • Estimular o aluno a perceber sensações, limites, potencialidades do próprio corpo.


Equilíbrio e coordenação
  • Estimular o aluno a participar de jogos e brincadeiras que envolvam: correr, subir, escorregar, pendurar-se, etc.;
  • Proporcionar a manipulação de materiais, objetos e brinquedos diversos.


Noções matemáticas
  • Proporcionar momentos e vivências onde os alunos possam aprender as noções de grandeza, de posição, de direção, de tempo;
  • Levar o aluno a compreender as noções de classificação, seriação, quantificação e contagem oral.


O fazer artístico
  • Proporcionar atividades diversificadas em que o aluno realize produções artísticas, como: desenhos, pinturas, colagens, ilustrações, através da observação dos elementos constituintes da linguagem visual.

ATIVIDADE MOTIVADORA

• Árvore dos Desejos – pais.


• Poesia e painel “Anjo dos Desejos” – alunos.






ETAPAS PROVÁVEIS

Os objetivos deste projeto serão alcançados mediante atividades e/ou recursos, como:


• Literatura infantil;


• Poesias e poemas;


• Brincadeiras;


• Atividades gráficas;


• Desenhos de livre expressão e com estímulo à identificação;


• Recortes e colagens;


• Faz-de-conta ou jogos teatrais;


• Atividades motoras dentro e fora da sala de aula;


• Recursos de mídia;


• Jogos educativos (individuais ou de grupo);


• Passeios;


• Pesquisas e explorações;


• Fantoches, dedoches e mascotes da turma;


• Conversas na rodinha;


• Questionamentos, reflexões e/ou problemáticas;


• Observar revistas, materiais concretos, livrinhos de história, fichas e imagens, etc;


• Pinturas diversas;


• Ouvir, cantar e dançar diferentes músicas e ritmos;


• Experimentar alimentos variados;


• Criar combinações para o desenvolvimento da rotina.


ATIVIDADE AVALIATIVA

        O projeto transforma a avaliação em um processo contínuo à realidade cotidiana da sala de aula. Considera- se alguns instrumentos de avaliação: observação do comportamento do educando, hábitos de trabalhos, relacionamento com os amigos e professores, cumprimento das tarefas escolares, atitudes positivas ou negativas, capacidade de cooperação, aproveitamento de tempo, dados registrados com referência direta com o aluno ou em grupo e o quadro elaborado com a participação dos alunos e professora onde o projeto se constitui.





BIBLIOGRAFIA

http://meustrabalhospedagogicos.blogspot.com/
http://maternalfeliz.blogspot.com/
Inglez, Paula. Artigo Identidade e Autonomia. Revista Projetos Escolares, Creche, nº 2. pag. 25 Editora Online. São Paulo, 2008.



QUADRO



O QUE SABEMOS?      O QUE QUEREMOS APRENDER?       O QUE APRENDEMOS?






Atividades do projeto

“Espelho, espelho meu, este aí sou eu?”

• Organizar um mural com as fotos da família para que a criança tenha um ponto de referência na sala;

• Músicas de silêncio:
- Borboletinha estava cansada
tão cansadinha que resolveu;
Foi pra flor e ficou parada
tão quietinha que adormeceu!
1,2,3 guardei a minha voz:
Zip, zap zup!!


• Minha Identidade – confeccionar e plastificar;


• Todo mundo e todas as coisas tem nome. Dispor as crianças sentadas em círculo, no chão da sala de aula, para iniciar uma conversação dirigida. Falar o nome das crianças e dos objetos da sala, incentivando para que eles também repitam os nomes mencionados – com a brincadeira “Qual é o nome?”;


• Trabalhar com a caixa surpresa com espelho colado dentro.


• Carimbar com guache em folha A3 o pé e a mão.


• Vamos cantar músicas que falem os nossos nomes;


• Os sentidos
      Nosso contato com o mundo é feito através dos nossos sentidos. Os 5 sentidos ajudam o nosso corpo a perceber tudo o que nos rodeia. Vamos conhecer um pouco mais sobre cada um deles?
      Tudo que sentimos com o nariz fica sob responsabilidade do olfato. O cheirinho de terra depois da chuva, o bolo assando no forno, o cheiro do remédio e muitos outros.
      É tudo que enxergamos: as cores, as distâncias, os tamanhos, os livros e as histórias ficam por conta dos nossos olhos.
      Tudo que ouvimos: a música, os passarinhos, o cachorro latindo, o caminhão passando na rua, a mamãe chamando pra vir almoçar, etc.
      É tudo que podemos tocar com as mãos e com a pele. É com o tato que sentimos se algo é áspero ou liso, duro ou macio, quente ou frio.
      É responsável por todos os gostos que sentimos pela boca, através da língua. O doce, o salgado, o amargo, o picante, se está frio ou quente.
      Trabalhar o saco surpresa com objetos de vários tamanhos, texturas e formas diferentes estimulando a percepção e observação.


- Música dos sentidos (melodia Terezinha de Jesus)


Meus olhinhos são pra ver,
Meu nariz para cheirar,
minha boca para comer
Meus ouvidos para escutar.
Completando os sentidos
Tenho as mãos para pegar
E os bracinhos bem compridos,
Pro amigo eu abraçar.


• Visão: Mostrar figuras coloridas pequenas, médias e grandes; figuras preta e brancas pequenas, médias e grandes; mostrar de longe, de perto, de muito perto – sempre perguntando o que estão vendo e como. Provocar os alunos para que percebam a importância da visão. E repetir a pergunta: Para que servem nossos olhos?

• Audição: Brincar de identificar sons de instrumentos, da natureza,vozes, barulhos em geral; falar bem baixinho, falar alto, propor que todos sussurrem, gritem, fiquem em silêncio. Enfim, através de diversas brincadeiras provocar para que percebam a importância dos ouvidos e da audição. Repetir a pergunta: Para que servem nossos ouvidos?

• Olfato: Brincar de distinguir diferentes cheiros de olhos vendados – Dizer cheiros que agradam e os que desagradam - provocando-os até perceberem a importância de nosso nariz, de nosso olfato.

• Paladar: Brincar de provar diferentes tipos de alimentos de olhos vendados – provocando-os até perceberem a importância da língua, de nosso paladar.

• Tato: Brincar de sentir diferentes texturas: algodão, lixa, esponja, água fria, água morna, gelo etc.) – provocando-os até perceberem a importância do tato, de sentir o toque. O professor pode criar uma caixa fechada com um buraco apenas para caber as mãos das crianças, e dentro dela devem conter diferentes materiais onde poderão tocar e dizer o que sentem se é macio ou áspero. Outra brincadeira legal é: de olhos fechados, descobrir em que parte dos eu corpo o colega está tocando.

• Brincar com o corpo e com os sentidos. O professor deve propiciar atividades diversas de Psicomotricidade:


Pular em um pé som ao ritmo de uma música;


Andar em cima de uma linha traçada no chão com uma bola na mão;


Subir e descer escadas ao ouvir determinados sons;


Engatinhar, saltar, com ritmo ou livremente;


Virar cambalhota com auxílio do professor em um colchonete;


Vestir e desvestir-se, com a roupa pedida, a cada ordem do professor;


Dançar em diferentes ritmos;


Pular entre bambolês;


Imitar animais;


Andar em curvas;


Arremessar e agarrar bolas;


• Brincar de Chefinho mandou;


• Brincar de Morto-Vivo;


• Brincar de Estátua;


• Brincar de cabra-cega;


• E inúmeras outras atividades de acordo com a necessidade da turma, material disponível, tempo e desejo do professor...


• Jogo das Cores: Sentados em círculos, os alunos devem aguardar a indicação do professor. Ao indicar uma cor, exemplo: verde – Todos devem sair correndo e tocar em algo da cor indicada;


• Família


Hoje vamos falar sobre a família. Alguém sabe o que a família? Isso mesmo, são nossos pais, irmãos, tios, avós, primos e por ai vai. A esta altura a família já esta grande e animada.


Vamos ver quem sabe o nome dos familiares?


Montar a árvore genealógica de cada um. Enviar para casa uma pesquisa sobre o nome dos familiares para preencher a árvore. (Pedir aos pais que mandem fotos ¾ dos familiares, pode ser xerocada ) Colar a foto das crianças, que foi tirada nos primeiros dias de aula. Decorar a sala com essa atividade.


Essa é a familia real/


família tão original


um pai (mostra o polegar)


uma mãe (indicador)


irmão (dedo médio)


uma irmã (dedo anular)


nenem tão miudinho e gentil.(minimo)2x


Canta numa melodia bem suave tipo aquelas de embalar nenem.




• Coleção CORPIM de Ziraldo - comentar com os alunos o tema principal dos livros: As partes do corpo e seus sentimentos, pensamentos, ações, ideais e planos futuros. Propor aos alunos que imaginando a voz de cada parte do corpo respondam perguntas como: Se o nariz falasse, o que ele diria?


E o dente cariado? E os seus pés depois de você andar muito? E a barriga quando você come demais?


Após esta etapa, quando o grupo estiver bastante incentivado pedir que as crianças façam perguntas para as partes do corpo dos amigos.


Deixar que as crianças expressem suas idéias, pensamentos, elaborem suas frases, intervindo o menos possível – mas estimulando sempre, mostrando interesse na brincadeira.


Em um segundo momento o professor – dinamizador deve propor que a turma divida-se em grupos monte os quebra-cabeças das partes do corpo –


Rodas de conversas para conhecer o que as crianças gostam de fazer, qual a brincadeira que mais gosta, qual o brinquedo, qual roupa, qual desenho animado, conhecer seus medos, mostrar que todas são diferentes e devem ser respeitadas;


• letramento com atividades: painel da chamada, rotina, crachás com nomes, jogos de memória, letras móveis, etc.;


• conhecimento do eu - minhas preferências:


meu brinquedo preferido... (atividade: “adoro brincar de...”)


minha cor preferida...


minha família


minha casa


minha escola


meus amigos


sou menina ou menino?


Minhas professoras


Minha música preferida


Minha história preferida


• valores – fichas;


• espiritualidade: na rodinha conversar sobre quem nos protege, orações, anjo da guarda e histórias bíblicas;


• escolha do seu bonequinho ou bonequinha de acordo com suas características físicas e observando as dos colegas;


• músicas:


Dona Aranha


Fui morar numa casinha


Fui estudar numa escolhinha


Palminhas, palminhas


Bata palmas 1, 2, 3


Os palhaços


Tomatinho vermelho


Borboletinha


Eu conheço um jacaré


Atirei o pau no gato


Não atire o pau no gato


Se você está feliz...


Meu pintinho amarelinho


Vem dançar


A dança do pingüim


Estátua

• jogos matemáticos:


jogo do palhaço (memória de numerais e suas quantidades)


Quem está faltando? (circo)


Memória dos contrários (Turma da Mônica)


Blocos lógicos


Tangram


Jogo Crie e Monte


Engenheiro


Dominós – variados


• Informática Educativa.



7 Responses
  1. Anônimo Says:

    nota 1000 muito bom


  2. Muito bom e bem criativo, gostei muito parabéns.
    Angela M Favaron
    Lagoa Vermelha


  3. Muito bom e bem criativo, gostei muito parabéns.
    Angela M Favaron
    Lagoa Vermelha


  4. Muito bom e bem criativo, gostei muito parabéns.
    Angela M Favaron
    Lagoa Vermelha


  5. Anônimo Says:

    Olá,
    Excelente seu projeto, gostaria de trabalhar com minha turminha do maternal-2
    Gostei muito!!!!!
    Na atividade motivadora, gostaria de saber como você trabalhou a poesia Anjos dos desejos e a arvore dos desejos.pais, se você não se importar gostaria muito de saber, se for possível claro!
    Sou de Araçatuba-S.P
    Um forte abraço!!!


  6. Anônimo Says:

    Como disse no comentário acima , sou de Araçatuba S.P.
    meu email é; marry-maria_ata@hotmail.com, se for possivel voce podera estar me enviando email, vou ficar muito feliz.
    Obrigada!


  7. muito bom parabéns excelente projeto me ajudou muito
    no maternal.